Acerca de mim

A minha foto
"Com pequenas variantes, era um dia como todos os outros, até que bateste levemente na porta e inundaste a minha sala com a água clara dos teus olhos e salvaste a minha vida com um filtro mágico do teu sorriso e acendeste o mundo com o outro da tua trança semidesfeita e disseste, venho saber no que posso ajudá-lo, o meu nome é Inês."

terça-feira, 13 de janeiro de 2009

Rosas... não chegam

Meu Rodolfo (L)

“Hoje roubei todas as rosas dos jardins

e cheguei ao pé de ti de mãos vazias.”


Sim! Há dias vazios. Há dias em que nem o tudo chega. Não, não há dias. Há pessoas, há pessoas para as quais todas as rosas não chegam, pessoas que merecem o nosso melhor, não merecem as rosas, que murcham, que morrem, que se esquecem. Merecem um beijinho, um abracinho, uma palavra que não se esquece, que não se apaga, que não desaparece, que se repete na nossa alma, no nosso coração. Embora platónico e sem muita força aparente, este é o meu abraço para ti, é o meu beijinho na face rosada que se contorce quando ris, quando me enches de vida, quando me enches de alegria. No abraço que te dou aqui, aperto todas as tuas tristezas, desde as pequenas às grandes e elevo-as ao expoente da luz, onde alguém superior a nós as iluminará. Não importa o tom da luz, é preciso é que brilhe, que encha, que alegre, que complete. Entrego-te as minhas mãos vazias, despidas de dor, de mágoa e de frio. São tuas! Estão ao teu serviço. São tuas. Não porque hoje estavas tristinha e eu não sabia como te apoiar, mas porque me inundas de vida e hoje faltou-te um pouco.

2 comentários:

Nunziuh disse...

De reparar que ela só faz esta homenagem toda devido a ter sentido a falta para com ela e não por a amiga ter andado triste. x) lol! vá... Oh não é qualquer um que merece isto. Eu começava a pensar a minha orientação sexual oh rodolfa. Esta menina é uma caixa de surpresas :)

*

Margarida disse...

Oh tao lindo esta dedicatoria. Que sorte que tem de se ter uma a outra :)

Beijinhos xxx