Acerca de mim

A minha foto
"Com pequenas variantes, era um dia como todos os outros, até que bateste levemente na porta e inundaste a minha sala com a água clara dos teus olhos e salvaste a minha vida com um filtro mágico do teu sorriso e acendeste o mundo com o outro da tua trança semidesfeita e disseste, venho saber no que posso ajudá-lo, o meu nome é Inês."

domingo, 22 de fevereiro de 2009

presente

abrias a porta com um sorriso sem igual. convidavas-me a entrar mas eras tu quem entrava no meu coração, com a alegria das coisas simples, tão boas. eu sentia que esse sorriso vinha de séculos muito anteriores a esse momento. eu entrava então. havia luz, cor e movimento. o mundo concentrado ali fazia com que houvesse harmonia perfeita. e eu rodava na mesma roda, vezes sem conta. e tu rodavas comigo. já não sabíamos fazer nada separadas, tu estavas sempre comigo, mesmo que só pela força do coração. e foi assim que aprendemos a ver alegria nas coisas mais tristes, cor naquilo que ainda nem tinha sido colorido. e se era ilusão, se era ingenuidade isso não importava, pois tudo o que vivia contigo era puro. e tudo ia, tudo voltava, eu sorria, era feliz e vivia bem.
e agora que acabo de escrever isto, sinto que deveria mudar os verbos todos, e conjugá-los no presente, direccionado para o infinito.

7 comentários:

Tecnenfermaginando disse...

assim é que nasce um amor!!!
lindo!!
:)

^^
ps: cuidando da caçula dodói!!!

bj

Cherry Blossom Girl disse...

Foi assim...no início. E agora que tudo parece ter acabado, parece-me que jamais terá um fim...

Beijinho*

Nunziuh disse...

"é o nosso bebé?"

De tanto texto que já escreveste nenhum poderia ser tão perfeito. :) Tens sempre um final de deixar qualquer um "woow" borboleta.

Apetece-me girar nesta roda da vida contigo. Posso-te abraçar?

O Profeta disse...

O meu pensamento é gaivota
Entre as tempestades e as pedras negras
Meço o tempo pela chegada da Lua
Sou homem nu a que um deus dita regras

Boa semana


Bom carnaval


Doce beijo

Ivan Mota disse...

Admiro a tua capacidade de finalizar textos. Eu tenho imensa dificuldade em fazê-lo, mas tu dás-me 10-0 ;)

Adoro o novo template!

Eli disse...

É sempre tão bom ler textos sobre o amor...

Beatriz Cró disse...

para mais ou para menos infinito?