Acerca de mim

A minha foto
"Com pequenas variantes, era um dia como todos os outros, até que bateste levemente na porta e inundaste a minha sala com a água clara dos teus olhos e salvaste a minha vida com um filtro mágico do teu sorriso e acendeste o mundo com o outro da tua trança semidesfeita e disseste, venho saber no que posso ajudá-lo, o meu nome é Inês."

segunda-feira, 6 de julho de 2009


Talvez,
se tivesses deixado a porta aberta
Eu tivesse entrado sem medo:
Aberta era um convite,
Fechada era o fim da meta.
O sol brilhava e tudo convidava,
Cheira a primavera,
Ao doce quente que há anos não sentia,
No fundo do corredor vi-te,
Sempre a sorrir.
O mundo todo descia aos teus pés,
Tudo para me fazer lembrar toda a tua magia.
E eu sorria, chorava e dançava com o vento,
Que corria e levava esta alegria
De estar aqui neste dia.
Tu viraste as costas e seguiste o teu caminho.
Nenhum caminho é longo demais quando se quer caminhar.
Então vai mas volta.
Traz de novo a alegria que senti neste momento,
Dessa forma sem precedentes,
Simplesmente singular.

4 comentários:

David Marinho disse...

Um dia terei uma foto igualzinha à tua, perto de castelo branco por acaso, a caminho de lá. Quanto ao texto, tem muita qualidade, gostei também.

Thanks pelo comentário.

Beijo

Cherry Blossom Girl disse...

Brutalíssimo! Adorei :)
Já tinha saudades!... Beijinhos grandes*

mundo azul disse...

________________________________

...muito lindo o seu poema!


Beijos de luz e o meu agradecimento pela gentil visita...


___________________________________

Secreta disse...

Senti tanto este poema...